Mensagem do Diretor

O superior de cada uma das comunidades locais assume o nome de diretor, sendo o primeiro responsável pela vida religiosa, atividades apostólicas e administração dos bens. Nomeado pelo provincial, com o consentimento do seu conselho, o diretor da obra salesiana, com a colaboração do seu Conselho, anima e governa a comunidade em conformidade com as normas das Constituições e Regulamentos Gerais.

Viver com Fé a emergência 

IMG-20200405Estamos numa situação mundial absolutamente nova e extraordinária diante da qual se revelaram frágeis e impotentes todas as estruturas sobre as quais se baseia a nossa vida ordinária. 

É uma claríssima lição de humanidade para o homem que presume ser o dono da criação, e de saber e poder manipular em laboratório até a vida humana. 

Em todo o mundo o número impressionante de mortos, mas sobretudo a rapidez e o modo como se morre sem se poder ter junto de si uma pessoa que conforte – esta forma de afastar veloz e informalmente -, deveria ajudar-nos a tomar consciência de que somos frágeis e humildes. Somos criaturas e devemos reconhecer que o único que nos salva é o Criador que exatamente pela morte, sinal evidente do falhanço humano, nos dá a Vida que durará para sempre. Tudo o resto pode não passar de simples ilusão.

O Senhor que está sempre presente em nós continua a amar-nos, porque Ele é Amor e, por isso, certamente nos dá os dons do Espírito para nos ajudar a refletir e a viver com amor esta tragédia. 

Toda a humanidade é obrigada a refletir para que se decida a procurar as respostas fundamentais que dão sentido à vida: Quem nos criou? Quem somos? Qual é o valor da vida terrena? Qual é a meta final de cada vida? 

Para nós crentes a resposta está na pessoa de Jesus, no seu exemplo de abandono à vontade do Pai, no amor incondicional à humanidade e sobretudo na sua Ressurreição que nos abre à esperança da nossa ressurreição e do abraço eterno na Misericórdia infinita do Pai, do Filho e do Espírito Santo.

Os médicos e o pessoal sanitário estão na frente a combater, e oferecem-nos o forte testemunho de um serviço que não liga ao horário, até ao limite da resistência humana. Uma atitude profissional corajosa e dedicada que, como Cristo, arrisca a própria vida para salvar os doentes, para parar o contágio. 

Esta é vida cristã. Estes são os valores pelos quais vale a pena viver. Este é o rosto de Cristo que nos fala. 

Oxalá que o que estamos a viver hoje não seja um início, e à crise sanitária se siga a económica, a social e a política… 

Rezemos, meditemos, reflitamos, imploremos a iluminação da Fé para sermos capazes de construir um futuro diverso, tendo em conta as nossas crianças, adolescentes e jovens. 

É necessário fazer nascer um novo modo pessoal e social de viver e relacionar-se. 

Devemos preparar o amanhã. Mas isso requer que vivamos hoje.

Hoje, somos chamados a viver com Fé a realidade presente. 
Hoje, aqui e agora, estamos vivos e queremos viver como pessoas humanas.
Hoje, queremos preparar um modo humano de viver para as gerações vindouras.
Hoje, devemos decidir mudar os nossos hábitos.
Hoje, podemos evitar o contágio, adotando os cuidados recomendados. 
Hoje, durante o dia de hoje, rezemos dizendo: 

“Jesus, Amor misericordioso, eu confio em Ti”.

 

P. Artur Pereira
Diretor