Mensagem do Diretor

O superior de cada uma das comunidades locais assume o nome de diretor, sendo o primeiro responsável pela vida religiosa, atividades apostólicas e administração dos bens. Nomeado pelo provincial, com o consentimento do seu conselho, o diretor da obra salesiana, com a colaboração do seu Conselho, anima e governa a comunidade em conformidade com as normas das Constituições e Regulamentos Gerais.

 pe-artur-pereira

MUDAR PARA MELHOR

Aproveito duas quadras de um soneto de Camões, bem conhecido, para saudar a quantos passam pela nossa página e poderiam constatar ainda ontem que a mensagem neste espaço se referia à quaresma…

Mudam-se os tempos, mudam-se as vontades,/ Muda-se o ser, muda-se a confiança;
Todo o mundo é composto de mudança,/Tomando sempre novas qualidades.

Continuamente vemos novidades,/ Diferentes em tudo da esperança;
Do mal ficam as mágoas na lembrança,/ E do bem, se algum houve, as saudades.

Estamos a iniciar um novo ano escolar. Tal mensagem a que referia acima, à primeira vista, não tem nada a ver com isto, mas alguma ligação se pode fazer.

Durante o último ano escolar a nossa escola apostou e pôs-se a caminho da sua renovação. O corpo docente, foi desafiado de diversas formas a olhar para o futuro com otimismo e esperança, com a consciência de que quanto na escola se pensa, idealiza, projeta, vive e sente, é em favor das crianças, adolescentes e jovens que nela estudam, trabalham e já se interrogam perante a incerteza do dia de amanhã. Continuaremos este ano com o mesmo propósito.

Afinal a mudança que se preconiza é mesmo uma conversão, pois, tendo em conta a legislação em vigor e os desafios que surgem de todas as partes, não bastam toques de cosmética, mas é necessário ir à raiz de quanto suportará o edifício em construção dos “Honrados Cidadãos e Bons Cristãos”, como dizia o nosso Pai e Mestre, o grande Educador e Santo, D. Bosco, para os amigos.  

Assim, a criança, o adolescente e o jovem colocados no centro do ato educativo, ato de amor, obrigam a uma visão holística da educação e formação, e a intervenções pedagógico-pastorais acertadas na comunidade que pensa, estuda e age com “amorevolezza”, de olhos postos no futuro, isto é, na pessoa inteira e integral.

Creio que em todo este processo somos acompanhados pelos pais, mães e encarregados de educação que, na comunidade familiar dão o melhor de si mesmos para que Escola e Família em contexto social e eclesial possam criar as condições favoráveis para que os jovens olhem o futuro com confiança e otimismo, dispondo-se cada um a deixar o mundo um pouco melhor do que o encontrou, coisa que por vezes não parece fazer parte das intenções de quem o deveria ter como objetivo e prioridade.

 

2019-09-16

Pe. Artur Pereira
Diretor

 

Nota biográfica do Pe. Artur

O Pe. Artur Pereira nasceu no concelho de Vila Flor, em Bragança, no dia 13 de fevereiro de 1955. Foi ordenado sacerdote a 24 de julho de 1983. 
Especializou-se, em Roma, em Pastoral Juvenil e Catequética, de 1982 a 1984. 
Em Mirandela, de 1984 a 1995, foi Professor de Língua Portuguesa na Escola Secundária de Mirandela e Coordenador Nacional da Pastoral Juvenil da Província Salesiana. 
Entre 1995 e 2001 dirigiu as Oficinas de São José, em Lisboa. De 2001 a 2005, em Manique, foi Diretor da Obra salesiana. 
Foi nomeado, Vigário Provincial e Delegado para a Família Salesiana para o triénio 2005/2008. 
Em setembro de 2008 foi nomeado de novo Diretor das Oficinas de S. José, em Lisboa, acumulando estas funções com as de Vice-Provincial. 
Em 2011 é nomeado Provincial dos Salesianos em Portugal, missão que assumiu até 2017. 
É atualmente o Diretor dos Salesianos do Estoril.